segunda-feira, 23 de abril de 2018

ÉDIPO É TEMA DE SEMINÁRIO NA ACADEMIA DE LETRAS DA BAHIA

https://academiadeletrasdabahia.wordpress.com/inscricoes-abertas/

EDITAL CULTURAL CCR

LINK PARA INSCRIÇÃO: http://www.institutoccr.com.br/editais/106191-terceiro-edital-instituto-ccr-de-projetos-culturais

EDITORA AMC GUEDES PUBLICA LIVROS EM PEQUENAS TIRAGENS

Publique o seu livro
 
em pequenas tiragens a preço acessível e sem complicações.
(Literatura, monografias, teses, etc.).
(Pré-diagramação e orçamento sem compromisso).
Tiragem mínima: 50 exemplares.
 
Quer publicar o seu livro? Como fazer? Qual o custo?
Qualquer pessoa pode editar o seu livro.
Você escreveu ou escreve textos que ficam na gaveta?
A hora é de transformá-los em livro e isto talvez seja mais fácil do que imagina.
Hoje em dia a publicação em pequenas tiragens a baixo preço é uma realidade.
Envie o seu texto que fazemos (sem custos ou compromissos) uma pré-diagramação da sua obra e um orçamento que engloba todas as etapas necessárias para a publicação profissional de um livro.
 
OFERECEMOS:
 
Registro da Obra (ISBN)
Depósito legal (Biblioteca Nacional)
Revisão
Diagramação
Arte de capa e capa
Arte final
Chancela
Divulgação / E-mailing
Produção gráfica.
 
CONSULTE NOSSO SITE:
Editora AMCGuedes

domingo, 22 de abril de 2018

A ARTE DE BASQUIAT NO CCBB, EM BRASÍLIA

 
A arte de Jean-Michel Basquiat
Curadoria: Peter Tjabes. Visitação até 1º de julho, de terça a domingo, das 9h às 21h, no Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília (CCBB - SCES Trecho 2). Entrada franca.


A exposição está dividida em três núcleos e começa pela galeria de vidro, na qual foi montado um espaço para selfies, a reprodução de um ateliê com obras de grafiteiros brasileiros e do brasiliense Onio e um espaço interativo. É nas duas outras galerias que estão as obras. Na maior, Pieter Tjabes concentrou, de forma cronológica, as primeiras obras e alguns desenhos. Ali se vê um Basquiat mais rústico, sempre figurativo e muito diferente do minimalismo e da arte pop que dominavam a cena do momento.

Na segunda galeria, estão obras mais maduras, quando o artista investe pesado em cores primárias, básicas, e, sobretudo, nos grandes formatos. Um conjunto de telas unidas por dobradiças soma mais de três metros de comprimento. Para essa sala, o curador reservou também uma série de obras pintadas em parceria com Andy Warhol. Basquiat já era conhecido quando foi formalmente apresentado ao artista pop e durante um ano, os dois produziram mais de 100 quadros em grandes formatos.

Ingressos
A partir deste sábado (21/4), o CCBB vai exigir a retirada de ingressos na bilheteria ou no aplicativo do espaço para dar accesso às exposições. A instituição não vai cobrar por isso e diz que é apenas uma medida para controlar a entrada e a saída de público e evitar filas. Os ingressos podem ser retirados no site www.eventim.com.br ou no aplicativo Eventim (Android ou IOS), assim como na bilheteria do espaço.

NELSON PEREIRA DOS SANTOS: POETA DA LUZ

O poeta Marco Lucchesi, presidente da Academia Brasileira de Letras, lembrou o engajamento de Nelson Pereira dos Santos no dia a dia da Casa de Machado. O cineasta morreu na tarde deste sábado, 21, aos 89 anos. Ele foi o primeiro cineasta a ingressar na instituição, eleito em 2006.

Nelson fazia a curadoria do projeto "Cinema na ABL", que exibia filmes todas as sextas-feiras no teatro do prédio anexo à ABL. As sessões tinham entrada gratuita e eram abertas para o público em geral. Em 2009, Nelson filmou o documentário "Português, a língua do Brasil", para o qual foram ouvidos acadêmicos.

"Era uma pessoa absolutamente adorável no convívio. Um dos acadêmicos mais assíduos. Distribuía seu luminoso bom humor na casa", contou Lucchesi. Segundo ele, Nelson estava presente nos chás das quintas-feiras e em eventos. "Ele manejava uma caneta de luz, escrevia assim sua poesia sobre o Rio e o Brasil. Em 'Rio, 40 graus', temos ali um Visconti dos espaços, um Rossellini, não devia nada a eles".

Para Lucchesi, o modo de Nelson pensar o país enriqueceu os debates da ABL. "Ele sempre pensou grande, de uma perspectiva continental, e com leveza, intensidade. Estamos perdendo intérpretes do Brasil. Será uma grande saudade."
 
Fonte: Correio Braziliense
 
https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2018/04/21/interna_diversao_arte,675337/nelson-pereira-dos-santos-era-poeta-da-luz-diz-presidente-da-abl.shtml

sábado, 21 de abril de 2018

CINEMA PERDE NELSON PEREIRA DOS SANTOS

Morreu hoje (21), no Rio de Janeiro, de falência múltipla dos órgãos, o diretor de cinema Nelson Pereira dos Santos, de 89 anos. Ele estava internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, zona sul da cidade.



A notícia foi confirmada às 17h pela Academia Brasileira de Letras (ABL), da qual o cineasta era membro desde 2006, ocupando a cadeira sete. O corpo do diretor será velado na sede da ABL, no centro do Rio.

Nascido em São Paulo, em 22 de outubro de 1928, Nelson Pereira dos Santos era bacharel em direito, formado  pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Além de diretor, foi produtor, roteirista, montador e ator.

Diretor do filme “Rio 40 Graus”, era considerado um dos mais importantes cineastas do país. Seu filme Vidas Secas, baseado na obra de Graciliano Ramos, é um dos longa-metragem brasileiros mais premiados em todos os tempos, sendo reconhecido como obra-prima.

Nelson Pereira dos Santos foi um dos precursores do Cinema Novo e fundador do curso de graduação em cinema da Universidade Federal Fluminense.

Pelo Twitter, o presidente Michel Temer lamentou a morte do diretor: “A cultura brasileira está de luto. Perdemos hoje um dos mais importantes e premiados cineastas do país, Nelson Pereira dos Santos. Ele levou para a tela as mais importantes obras da nossa literatura. E o seu cinema retratou o âmago do povo brasileiro”.

ENTREVISTA COM O MÚSICO CLODOVIL MORAIS: BLOG ARTE BRASIL

Clodovil Morais, londrinense, 41 anos, músico, educador social e com um método de percussão inédito é o entrevistado do Blog Arte Brasil:




Olá Clodovil Morais, fale um pouco de sua trajetória:

Nasci  na cidade de Londrina, em 1976. Passei a infância no meio de outras crianças, brincando e me divertindo. Trabalhei em várias empresas até ter a oportunidade de viajar com o batuque na caixa para Salvador (BA) em 2001 e a partir daí passei a auxiliar nas oficinas de percussão até me tornar professor.


Como é ensinar música a crianças e adolescentes no batuque na caixa?

É maravilhoso! Temos a oportunidade de compartilhar nosso conhecimento e nossas experiências com pessoas mais jovens. E tocamos com eles, as vezes viajamos e participamos de eventos. A o longo dos anos, milhares de alunos passaram por nossas oficinas mas todos se tornam amigos. Isso é incrível, é muito bom.

Como tem sido a experiência dos shows no O Samba atravessa Londrina desde 2014?

Olha, primeiro quero dar os parabéns a toda diretoria da Escola de Samba Explode Coração pela iniciativa deste projeto, em especial o Presidente Otávio Macedo e o coordenador voluntário Bene Macedo. Pouca gente repara, mas todos os anos O Samba mobiliza 16 shows em 4 eventos espalhados pela cidade. E todos nós (comunidade, artistas, jovens) temos a chance de ver dança e ouvir samba, bateria de samba e cultura popular da melhor qualidade e com grandes músicos da cidade.

Você foi colunista do Jornal Panorama, conte um pouco sobre isso:

Uma experiência nova, que durou 2 anos e a qual agradeço o diretor-proprietário do jornal (Antonio Carlos Selhorst). Quero repetir essa experiência quando uma oportunidade surgir. Eu destacava discos importantes para a música brasileira e internacional, sempre comentando faixas e aspectos de composição e arranjos. Do fundo baú era o nome da coluna. Um aturma muito boa trabalhava no Panorama: Jacira Wolf (a Tita); Lucas Manoel dos Santos; Valdir Rodrigues; Marcos Santos; Roberto Galatasay e seu filho Rodolfo; meu irmão Aldo Moraes enfim muita gente legal.

E como foi tocar percussão com Orquestra no Festival de Música de 2017?

Durante 15 dias, eu, vários integrantes do batuque na caixa e músicos de todo o Brasil e até do exterior compartilhamos o amor pela música na oficina de percussão erudita do FML.
Tocar no Ouro Verde com a orquestra junto foi mágico. Nunca vou me esquecer desse dia!



Deixe um recado ao nosso leitor:

Persiga seu sonho, vá atrás. Isso nos torna mais felizes e realizados! Obrigado ao blog e obrigado a todos pela atenção!

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA JOÃO MATTOS AGRADECE ICAB




sexta-feira, 20 de abril de 2018

SIGMA LEVA OFICINA DE PERCUSSÃO AO ATERRO DO IGAPÓ

O Aterro do Igapó será palco de uma oficina de ritmos que o Colégio Sigma promove no domingo (22), a partir das 16h30, dentro da programação do evento "Unimed Inspira Cultura".

A "Oficina de Batuque Sigma" será ministrada pelo percussionista Maurício Werner, que levará vários instrumentos de percussão para mostrar diferentes ritmos e sonoridades às pessoas que estiverem no aterro. A oficina será gratuita e aberta a interessados de todas as idades, que poderão testar os instrumentos. Para participar, basta ir ao local no horário definido.


A oficina no Aterro marca o lançamento de um novo projeto cultural do Sigma. A partir do dia 5 de maio, aulas de percussão passarão a ser oferecidas a alunos do Ensino Médio que tenham interesse em aprender. As oficinas funcionarão como atividade extracurricular, aos sábados de manhã.

A oficina vai culminar na criação Bloco Sigma, um grupo de percussão formado por adolescentes.

BBB 18:GLEICI É CAMPEÃ

Tiago Leifert anunciou na noite de ontem  que Gleici é a campeã do BBB18 com 57,28% dos votos.


A sister comemorou e foi abraçada pelos demais finalistas.

Kaysar fica em segundo, com 39,33%. A família Lima ficou em terceiro lugar com 3,39%

A estudante de psicologia do Acre Gleici, vencedora desta edição do Big Brother Brasil 18, soube da prisão do ex-presidente Lula assim que pisou fora do reality show e não se aguentou. “Lula livre!”, gritou.

Mas, ao falar com Tiago Leifert, evitou o tom político e usou da autoajuda. “Acredite no sonho de vocês, que tudo é possível”, disse.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

ABERTAS INSCRIÇÕES PARA FESTIVAL DE FILMES REALIZADOS POR INDÍGENAS

 
 
Estão abertas as inscrições da 3ª edição da Mostra de Cinema Tela Indígena, festival de filmes realizados por indígenas ou que abordem essa temática. O evento, que reunirá cineastas indígenas e colaboradores não-indígenas, é um dos festivais selecionados no edital Apoio a Festivais e Mostras Audiovisuais, lançado em 2017, dentro do Programa Nacional de Fomento ao Audiovisual (Proav), da Secretaria do Audiovisual (SAv) do Ministério da Cultura. Os realizadores interessados em participar da Tela Indígena têm até o dia 10 de junho para  inscreverem seus filmes. Serão aceitas produções do Brasil e da América do Sul.
 
A 3ª edição da Mostra Tela Indígena será realizada em setembro deste ano na Cinemateca Capitólio, em Porto Alegre, e, pela primeira vez, em cinco dias consecutivos. Nas edições anteriores, foram promovidas sessões mensais distribuídas ao longo de cinco meses. De acordo com o curador e um dos idealizadores da mostra, Marcus Wittmann, a Tela Indígena deste ano deverá imprimir uma nova dinâmica ao festival. "O público da mostra é bem fiel. Nos cinco dias de festival, será possível fazer uma imersão em temas cotidianos e de direitos dos povos originários. É uma proposta mais interessante tanto para nós (organizadores), quanto para o público e para os cineastas", destacou.  
 
A mostra terá duas sessões diárias, sendo uma vespertina – com filmes voltados para o público infantojuvenil – e outra noturna – com a exibição de longas-metragens e documentários seguidos de debates. A Tela ainda vai contar com sessões comentadas pelos realizadores dos filmes e conferências com pensadores e artistas indígenas de todo o Brasil. Será uma oportunidade para o público conhecer diferentes olhares de vários povos do Brasil e das Américas.

Sobre o festival

A Tela Indígena surgiu em 2016 a partir de um projeto desenvolvido por estudantes de Antropologia e de Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS) para divulgar produções e coproduções audiovisuais de cineastas indígenas e também aquelas produzidas por colaboradores não-indígenas.
 
Para Marcus Wittmann, a mostra pôde dar vazão à produção cinematográfica de temática indígena que havia em todo o País. "Na época em que desenvolvemos o festival, percebemos que havia muitos filmes sobre a temática indígena, muitos dos quais feitos por indígenas, mas cujo acesso era difícil. Já na primeira edição, conseguimos conectar indígenas e seus filmes a um público amplo, que ia além do ambiente universitário", enfatizou.
 
A ideia, segundo Wittman, é que a 3ª Edição mostre para um público ainda maior a diversidade de povos indígenas que estão em todo Brasil. Em suas edições passadas, a Mostra já exibiu produções como "Martírio", de Vincent Carelli, "ETE Londres", do cineasta Takumã Kuikuru, e "TAVA", a casa de pedra, dos cineastas guarani mbyá Patrícia Ferreira e Ariel Ortega. 

Regras

A Mostra recebe curtas e longas-metragens, em animação ou live action. Os filmes não necessitam ser inéditos e podem estar disponíveis online.  As inscrições podem ser feitas em:
 
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeS4oP2Ipv0Dm_19Y2tBoE9r9X7WM3w8qMWg94Yeh9kqX7mWw/viewform

REDE VIDA: BANDA IVO PESSOA NO PROGRAMA SÍLVIO BRITO


DOZE POETAS POR MARIELLE

No caderno Pensar do Estado de Minas, doze poetas escreveram lembrando Marielle, evocando Marielle, ocupando o maior jornal do estado com o seu nome. Entre os poetas, Bruna Kalil Othero:




REAÇÃO

do alto da sua torre de marfim
tão branca e tão classe média
você acha que manda no mundo
escreve calúnias na wikipédia
não adianta chamar o papai
não dá mais pra ser salvo

agora engole os xingamentos
que você está bem no alvo
suas palavras machucam
armas também
disse, armada,
pro homem de bem

quarta-feira, 18 de abril de 2018

TRIO AQUARIUS HOMENAGEIA ÉDINO KRIEGER

Trio Aquarius na Cidade das Artes
Série Música de Câmara na Cidade das Artes
Local: Teatro de Câmara
Data: 21/04/2018, sábado
Horário: 20h
Endereço: Avenida das Américas, 5300 – Barra (ao lado do Terminal Alvorada)
Informações: 3328-5300
Ingresso: R$40,00 (inteira), R$20,00 (meia)
Estacionamento no local
 
 

Programa:
 
EDINO KRIEGER - TRIO TOCATA (Obra dedicada ao Trio Aquarius)
DIMITRI CERVO – UGUABÊ (Obra dedicada ao Trio Aquarius. Estreia mundial)
F. CHOPIN - TRIO EM SOL MENOR, Op. 8

FUNARTE ABRE EDITAL PRÊMIO ARTE E EDUCAÇÃO 2018

Estão abertas desde 13 de abril as inscrições para o Edital Prêmio Funarte Arte e Educação 2018. O objetivo é selecionar e premiar projetos, propostas artísticas e planos de trabalho nas linguagens das Artes Visuais, Música, Dança, Circo e Teatro, em quaisquer meios e formatos, que promovam o reconhecimento e incentivem a continuidade de iniciativas inovadoras e experimentais no campo da arte e educação.
Os projetos deverão ter sido realizados dentro do território nacional, em 2016, 2017 e, este ano, até o fim do prazo das inscrições do edital. A portaria que institui o Prêmio Funarte Arte e Educação 2018  foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 12 de abril.
As inscrições deverão ser feitas exclusivamente pela internet através do preenchimento e envio do formulário online, que estará disponível a partir das 9h01 do dia 13 de abril até às 17h59 do dia 28 de maio de 2018, horário de Brasília no portal da Funarte.
Este Edital vai contemplar dez projetos na área de arte e educação. Do primeiro ao quinto lugar, o valor da premiação será de R$ 10 mil (dez mil reais); e do sexto ao décimo lugar, R$ 5 mil (cinco mil reais). O investimento total é de R$ 100 mil, dos quais R$ 75 mil serão concedidos em prêmios e R$ 25 mil serão destinados às despesas administrativas.
Edital e documentos:
http://www.funarte.gov.br/edital/edital-premio-funarte-arte-e-educacao-2018/

CULTURA POPULAR PERDE MESTRE DE MARACATU AFONSO GOMES

Faleceu em Olinda (PE) Mestre Afonso Gomes de Aguiar Filho, do Maracatu Nação Leão Coroado, aos 70 anos.
 
Desde 1996, Mestre Afonso integrava o Maracatu Leão Coroado, o mais antigo em atividade e patrimônio imaterial de Pernambuco. Já em 1997, ele passou a conduzir a agremiação como oluô (sacerdote máximo). Em abril deste ano, um projeto de Salvaguarda foi lançado para manter viva a história da Nação Leão Coroado, que incluiu um documentário, livro, CD e site. 
 
Mestre Afonso era casado com dona Janete, dama do Paço do Leão Coroado, e deixou cinco filhos, dez netos e mais três bisnetos a caminho.
 

SEEC PR LANÇA EDITAIS DE CIRCULAÇÃO CULTURAL


Apresentação do Domingo tem Teatro em Jacarezinho. Foto Silvana DeottiA Secretaria de Estado da Cultura (SEEC) tornou público nesta terça-feira (17/04) os editais dos projetos Domingo tem Teatro e Prêmio Arte Paraná. Ambos têm o objetivo de selecionar espetáculos que estejam prontos para circulação pelo Estado. Serão R$ 640 mil em recursos para premiar até 45 projetos de circo, dança, música, teatro e teatro infantil. O chamamento foi publicado no Diário Oficial do Paraná - Comércio, Indústria e Serviços nº 10.171 de 17 de abril de 2018.

Domingo tem Teatro
O projeto tem como objetivo valorizar e incentivar a produção cultural dos grupos teatrais paranaenses destinada ao público infantojuvenil. Com investimento de R$ 240 mil, a quarta edição do projeto vai selecionar até 20 espetáculos, que serão apresentados em dois municípios diferentes da cidade-sede do proponente. Cada proponente poderá participar com apenas um espetáculo e recebe a premiação no valor de R$ 12 mil.

Prêmio Arte Paraná
Apresentações de Circo, Dança, Música e Teatro são o foco do Prêmio Arte Paraná, que também está em sua quarta edição. Serão selecionados até 25 espetáculos, com investimento no valor de R$ 400 mil. Os espetáculos premiados deverão realizar quatro apresentações em, no mínimo, quatro Regionais de Cultura do Paraná, sendo uma apresentação por Regional, sempre em municípios de até 50 mil habitantes. Os espetáculos não podem ser apresentados na cidade-sede do proponente. Neste edital, cada proponente classificado recebe uma premiação de R$ 16 mil.

Inscrições
As inscrições devem ser feitas exclusivamente mediante a postagem própria do serviço SEDEX, em envelope único, lacrado, contendo outros dois envelopes: 1º com os documentos de habilitação e 2º com os documentos da proposta artística. A correspondência deve ser endereçada à Coordenação de Ação Cultural da SEEC no endereço: Rua Ébano Pereira, 240, Centro. CEP 80.410-240 - Curitiba/PR. O período de inscrições vai de 17 de abril a 4 de junho de 2018.

Apresentações
As apresentações das peças do Domingo tem Teatro e dos espetáculos do Prêmio Arte Paraná estão previstas para o período de 1º de julho a 2 de setembro de 2018.

Serviço
Inscrições abertas para o Domingo tem Teatro e Prêmio Arte Paraná
17 de abril a 4 de junho de 2018

Confira os editais: Domingo tem Teatro - Quarta Edição
Prêmio Arte Paraná - Quarta Edição em:

http://www.cultura.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=1283

e http://www.cultura.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=1282
 
Informações: (41) 3321-4859 | cac@seec.pr.gov.br
Fonte: SEEC

terça-feira, 17 de abril de 2018

ECONOMISTA PAUL SINGER MORRE AOS 86 ANOS

Paul Singer nasceu na Áustria e veio para o Brasil na década de 40. A família de origem judaica fugia dos nazistas. Em São Paulo, ele fez um curso técnico, trabalhou numa empresa de elevadores e ingressou no movimento sindical.

Integrou o Cebrap (Centro Brasileiro de Análise e Planejamento), que reuniu acadêmicos importantes na resistência à ditadura.

Na década de 80, participou da fundação do Partido dos Trabalhadores (PT). Formado em economia na USP, se tornou professor na universidade.

Leitor voraz, publicou muitos livros sobre economia e desenvolvimento e gostava de colocar em prática suas ideias. Ajudou a organizar o sistema de cooperativas de reciclagem em São Paulo.

POETA CAMILA GOMES ESTÁ EM EDIÇÃO ESPECIAL DA REVISTA FÊNIX/MULHERES PELA PAZ

Colaboração da FÉNIX com a ESCRITORA E POETISA ALEXANDRA MAGALHÃES ZEINER -
- Coordenadora DO DIA INTERNACIONAL DA MULHER - Mulheres pela Paz.
AUGSBURG-ALEMANHA

EDIÇÃO FÉNIX EXTRAORDINÁRIA DE MARÇO/ 2018
com um total de 256 participações em Poesia, de 13 países, e 64 obras de 42 artistas plásticos.

A londrinense Camila Gomes é uma das autoras com trabalhos nessa edição especial


Para ver na íntegra todas as páginas desta Antologia, acesse o link abaixo


 

SAMBA DE LUTO: MORRE DONA IVONE LARA


Yvonne Lara da Costa (Rio de Janeiro, RJ, 1921). Compositora, cantora e instrumentista. Nasce no bairro carioca de Botafogo, filha de João da Silva Lara e Emerentina Bento da Silva. Os pais têm participação ativa nos ranchos carnavalescos do Rio de Janeiro do início do século XX, a mãe é pastora e o pai toca violão. Após a morte do pai, muda-se com a mãe para a Tijuca. Estuda no internato Colégio Municipal Orsina da Fonseca e tem aulas de música erudita com Zaíra de Oliveira, esposa do compositor Donga (1899-1974), e também com Lucília Villa-Lobos - casada com o maestro Heitor Villa-Lobos (1887-1959) -, que a indica para o Orfeão dos Apiacás, da Rádio Tupi, regido por seu marido.

Aos 17 anos, órfã de mãe, vai morar com tio Dionísio Bento da Silva, no subúrbio de Inhaúma, com quem aprende a tocar cavaquinho. Na ocasião, se inscreve no concurso da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto. Aprovada, passa a receber uma bolsa que ajuda no sustento da casa. Forma-se em 1943, e exerce a função de plantonista de emergência. Nas horas de folga, participa das rodas de choro organizadas na casa do tio, com a presença de Pixinguinha (1897-1973) e Jacob do Bandolim (1918-1969).

Em 1945, Ivone decide fazer o curso para se tornar assistente social. Logo que se forma é contratada pelo Instituto de Psiquiatria do Engenho de Dentro, em que permanece por 30 anos, até se aposentar. Especializa-se em terapia ocupacional e trabalha no Serviço Nacional de Doenças Mentais com a doutora Nise da Silveira (1905-1999), médica que revoluciona o tratamento psiquiátrico no Brasil.


Casa-se, em 1945, com Oscar Costa, filho do fundador da escola de samba Prazer da Serrinha. Sempre priorizando o trabalho de enfermeira, programa suas férias para fevereiro para poder participar dos desfiles de Carnaval. Com o fim da escola Prazer da Serrinha, passa a frequentar a Império Serrano, para a qual compõe alguns sambas, porém sem perspectiva de se profissionalizar na música. No entanto, nunca deixa de escrever seus sambas, embora raramente os mostre. Algumas de suas canções são apresentadas a outros sambistas como de autoria de Mestre Fuleiro, um dos fundadores da Império Serrano e primo de Ivone.

Por ser mulher, tem de enfrentar o preconceito para se lançar como compositora. Mesmo assim é a primeira mulher a integrar a ala dos compositores da escola de samba e, em 1965, assina com Bacalhau e Silas de Oliveira (1916-1972) Os Cinco Bailes da História do Rio, o samba-enredo da Império Serrano no Carnaval que comemora os 400 anos do Rio. Desde 1968, Ivone desfila na ala das baianas dessa escola.
Em 1970, participa do disco Sargentelli e o Sambão, gravado ao vivo, com as faixas Agradeço a Deus e Sem Cavaco Não, ambas feitas em parceria com Mano Décio da Viola (1909-1984).

 Adota o nome artístico de Dona Ivone Lara. Aposentada, em 1977, passa a dedicar-se exclusivamente à música. Um ano depois, lança seu primeiro LP, Samba, Minha Verdade, Minha Raiz. Dos discos seguintes, destacam-se Sorriso de Criança (1979), Sorriso Negro (1982), Ivone Lara (1985). Com o parceiro mais constante, Délcio Carvalho (1939-2013) - com quem compõe Acreditar, em 1976, sucesso na voz de Roberto Ribeiro, e Sonho Meu, lançado por Maria Bethânia, em 1978, no LP Álibi, com participação de Gal Costa -, ganha o Prêmio Sharp de melhor música de 1978.

Nas décadas posteriores, se consagra como uma das referências mais importantes da música popular brasileira.

segunda-feira, 16 de abril de 2018

RADIALISTA PAULO BARBOZA MORRE EM SÃO PAULO

Morreu nesta madrugada o radialista Paulo Barboza, aos 73 anos. Locutor da Rádio ABC, ele era considerado um dos grandes comunicadores da rádio AM, frequência em que era um campeão de audiência. Seu “codinome” era “o maior amor de São Paulo”, apelido que ganhou da cantora Fafá de Belém.

Barboza, que há quinze horas estava no Twitter, comemorando a vitória do Corinthians sobre o Fluminense por 2×1, sofreu um infarto fulminante, de acordo com mensagem publicada pela ABC no perfil da estação no Facebook.

Barboza começou sua carreira na Rádio Imperial, em 1959, na cidade de Petrópolis, no rio de Janeiro. Passou para a Petrópolis Rádio Difusora com o programa diário “De Microfone em Punho”. 

Também apresentou o programa de prêmios e brincadeiras “Paulo Barboza Pergunta”. Em 1963, ganhou o prêmio de melhor rádio repórter do Estado do Rio do Sindicato dos Jornalistas, com matéria feita ao vivo do Cemitério Municipal de Petrópolis, entrevistando os coveiros e ouvindo suas histórias fantásticas. Em 1970 estreiou no Rio, na Super Rádio Tupi, das 9h às 12h, lançando o “Programa Paulo Barboza”.
O jornalista trabalhou na televisão nos canais: Tupi, Manchete, SBT, Record e Gazeta. 

Sua estreia na Rede Tupi de Televisão foi com o programa “É Lá Que a Tupi Vai”. Em 1980, Barboza apresentou o “Sessão Premiada” no SBT. Em 1983, na TV Gazeta de São Paulo lançou seu show de calouros, o “Programa Paulo Barboza”. Em 1984, de volta ao SBT, Paulo foi o primeiro apresentador do game show “TV Powww!”. Em 1988 ele foi para a Record para apresentar o “Programa Paulo Barboza“.
De 2007 a 2013, Paulo foi jurado do Troféu Imprensa, comandado por Silvio Santos.

domingo, 15 de abril de 2018

SHOW POR AMOR IN CONCERT: IVO PESSOA EM SANTOS


TERTÚLIA POÉTICA, EM PORTUGAL


ABM HOMENAGEIA O COMPOSITOR RONALDO MIRANDA


RICCIARDO VENCE GP DA CHINA


Privilegiado por uma estratégia bem-sucedida da Red Bull, Daniel Ricciardo conquistou a sua sexta vitória na carreira, sendo a primeira no Mundial 2018 de Fórmula 1, durante a madrugada deste domingo. Com duas paradas para trocas de pneus, uma a mais em relação a Ferrari e Mercedes, o australiano largou do sexto lugar para fazer grandes ultrapassagens na parte final da prova e vencer o Grande Prêmio da China, terceira etapa da temporada, realizada no Circuito Internacional de Xangai.

O pódio foi completado por Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen. Pole position, Sebastian Vettel terminou apenas em oitavo. O alemão, que vinha brigando pelas primeiras posições, teve a traseira de sua Ferrari tocada pela Red Bull do jovem holandês na parte final da prova e acabou sendo o mais prejudicado do pelotão da frente.

Verstappen, acostumado a ser protagonista de episódios polêmicos na F1, foi punido com a perda de dez segundos em função do incidente e terminou em quinto, atrás de Hamilton e à frente de Niko Hulkenberg, da Renault. Já o espanhol Fernando Alonso, que largou em 13º, levou sua McLaren ao sétimo lugar, pontuando em todas as três provas do ano.

Apesar do resultado, Sebastian Vettel segue na liderança do Mundial, com 54 pontos ganhos, já que havia vencido na Austrália e no Bahrein. No entanto, o alemão viu a diferença de 17 pontos cair para nove em relação ao segundo colocado Lewis Hamilton (45). Valtteri Bottas (40), por sua vez, continua no terceiro lugar.

sábado, 14 de abril de 2018

PRÊMIO VIP DE LITERATURA DIVULGA RESULTADO DE POESIA




CINEMA PERDE MILOS FORMAN

Morreu na madrugada deste sábado (14), nos Estados Unidos, o cineasta Milos Forman, aos 86 anos. Nascido na República Tcheca, Forman dirigiu filmes vencedores do Oscar como "Um Estranho no Ninho" e "Amadeus".

O diretor sentiu-se mal em sua casa, nos Estados Unidos, onde morava, segundo sua mulher, Martina, informou a agência de notícias CTK. "Sua partida foi calma e cercada o tempo todo de sua família e seus amigos próximos", disse Martina. 

Forman nasceu na cidade de Caslav, em fevereiro de 1932. Ele se mudou para os Estados Unidos depois da Primavera de Praga em 1968 e se tornou cidadão americano dois anos depois. 

"Um estranho no ninho", que mostrou o cotidiano em uma instituição de psiquiatria, e "Amadeus", que retratou a vida do compositor Wolfgang Amadeus Mozart, ganharam 13 Oscars entre eles o de melhor diretor para Forman. 

Outros trabalhos de Forman incluem o musical "Hair" de 1979, "Na época do Ragtime" de 1981 e "O povo contra Larry Flint" de 1996. 

Antes de mudar para os Estados Unidos, Forman estudou na Academia de Filmes de Praga e foi líder da "Nova Onda Tcheca" no cinema na Checoslováquia, ao lado de diretores como Ivan Passer, Vera Chytilova e outros. 

Seus filmes, "Pedro, o negro" e "O baile dos bombeiros", de sátira ao regime comunista, foram banidos temporariamente do país. 

Forman cresceu como órfão depois que seus pais morreram em um campo de concentração durante a Segunda Guerra Mundial.

VETTEL É POLE NO GP DA CHINA


sexta-feira, 13 de abril de 2018

EXPOSIÇÃO DE POEMAS DO CONCURSO INT DE POESIAS EM ÁRVORES

A comunidade da Praça do Tomba, em Feira de Santana-BA, degustou os dez poemas selecionados no Concurso Internacional de Poesias em Árvores, por ocasião do Dia Mundial da Poesia e Dia Mundial da Árvore (21 a 28 março 2018), organizado pela Revista Literária Inversos, cujo editor-chefe é o poeta Maroel Bispo. "A leitura de poesias abre nossa visão de mundo, faz florescer em terras áridas e oportuniza viagens maravilhosas nas asas da imaginação. E viva a poesia!"

Informamos que as fotos da exposição dos poemas foram postadas hoje na página oficial da Revista Literária Inversos no Facebook.

EDITAL DE APOIO INTERNACIONAL A BIBLIOTECAS

Foram prorrogadas até 20 de abril as inscrições para o Concurso de Ajudas do Programa Ibero-Americano de Bibliotecas Públicas (Iberbibliotecas), voltado a bibliotecas públicas e comunitárias dos países e cidades membros – Brasil, Chile, Costa Rica, Espanha, México, Paraguai, Peru, Buenos Aires (Argentina) e Medellín (Colômbia). O concurso visa consolidar as bibliotecas públicas como espaços de livre acesso à informação e à leitura e contribuir para a inclusão social e a qualificação da educação e do desenvolvimento.
 
Os projetos contemplados receberão uma ajuda de até US$ 14 mil (se apresentado por uma entidade) e até US$ 28 mil (se apresentado por dois ou mais membros). Os recursos vêm da contribuição anual dos países e cidades membro do Iberbibliotecas. O Ministério da Cultura brasileiro (MinC) investe anualmente o equivalente a US$ 90 mil no programa.

Com o objetivo de consolidar as bibliotecas públicas como espaços de livre acesso à informação e à leitura, de trabalhar pela inclusão social e de contribuir para a qualificação da educação e do desenvolvimento, o Programa Ibero-Americano de Bibliotecas Públicas, Iberbibliotecas, realiza anualmente um Concurso de Ajudas, dirigido às bibliotecas públicas dos países e cidades membros.

O Iberbibliotecas é liderado pela Secretaria-Geral Ibero-Americana, Segib, e conta com a coordenação do Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e Caribe, Cerlalc, como Unidade Técnica.
O Concurso de Ajudas 2018 receberá a postulação de projetos nas seguintes duas categorias:
  1. Projetos bibliotecários inovadores executados por dois ou mais países ibero-americanos, dos quais pelo menos um deverá ser membro ativo do programa Iberbibliotecas. (Leia aqui a definição de Serviço Bibliotecário Inovador).
  2.  
  3. Projetos para fortalecer redes e sistemas de bibliotecas nacionais, regionais ou de cidades (no caso do Brasil, estão incluídos redes e sistemas de bibliotecas estaduais, municipais e distritais). Estes projetos deverão estar orientados a cumprir um ou mais destes objetivos:
    a. Desenho de planos estratégicos.
    b. Estudos de valor das bibliotecas.
    c. Estudos de avaliação de serviços.
    d. Desenho de planos de apoio à leitura.
    e. Desenvolvimento de estratégias de comunicação digital.
    f. Definição de normas de serviço.
    g. Plano de gestão de coleções.

Características gerais

A entidade proponente pode apenas apresentar um (1) projeto ao 6º Concurso de Ajudas de 2018.
Duas ou mais entidades de diferentes membros do Programa Iberbibliotecas podem associar-se para apresentar um projeto comum e aspirar a uma ajuda econômica mais elevada. Nesse caso, uma delas assumirá a responsabilidade direta da sua execução: a gestão do projeto, a administração dos recursos e a apresentação dos relatórios técnicos e financeiros. A entidade encarregada deve obter o aval da entidade com a qual se associou.

Uma entidade que tenha ganhado anteriormente pode concorrer novamente após duas edições subsequentes àquela em que foi contemplada e com projetos diferentes dos originalmente escolhidos.
 
Os organismos ou pontos focais que representam as cidades ou os países membros não poderão apresentar diretamente Candidaturas para Ajudas, mas somente através do Conselho Intergovernamental do Programa, o qual deverá estudar a viabilidade da proposta e organizar internamente o processo de seleção.

Quem pode participar?

  1. Bibliotecas públicas, comunitárias e populares[1] dos países e cidades membros: Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Espanha, México, Paraguai e Peru e as cidades de Buenos Aires e Medellín.
  2. Associações, redes e sistemas de bibliotecas públicas dos países e cidades membros.
  3. Organizações públicas e privadas que apresentam projetos para o desenvolvimento de bibliotecas públicas e redes de bibliotecas dos países membros (neste caso, deve ser incluída uma carta de consentimento, ou relatório favorável ao projeto, pela Unidade Gestora responsável pelas bibliotecas onde o projeto será realizado).
  4. Países não membros que apresentem um projeto conjunto com um país ou cidade membro.

Inscrição

As propostas podem ser apresentadas em espanhol ou em português. As entidades participantes devem enviar um e-mail para iberbibliotecas@cerlalc.org com o assunto “Inscrição 2018”. A esse e-mail devem anexar os seguintes documentos:
  1. Formulário de inscrição completamente preenchido (faça aqui o download): http://www.iberbibliotecas.org/concurso-de-ajudas/
  2. Formulário de orçamento em dólares e moeda local (faça aqui o download): http://www.iberbibliotecas.org/concurso-de-ajudas/
  3. Calendário das atividades do projeto em uma tabela do Excel ou PDF. Qualquer formato será aceito.
  4. Carta de consentimento, ou relatório favorável ao projeto, pela Unidade Gestora responsável pelas bibliotecas para as quais o projeto se destina. Só no caso de que a entidade proponente seja uma organização pública ou privada que apresentam projetos para o desenvolvimento de bibliotecas públicas.
  5. Anexos (máximo três) que demonstrem o desenvolvimento do projeto. Só para os projetos que já estão em execução.
O envio do Formulário de Inscrição envolve a aceitação tácita dos termos e condições do presente Concurso de Ajudas. Ao enviar o Formulário de Inscrição, a entidade proponente declara que conhece e aceita na sua totalidade o regulamento do Concurso.

Não serão aceitas propostas enviadas após o encerramento das inscrições. Apenas será considerada a primeira versão apresentada do projeto, salvo modificações feitas até o prazo final das inscrições. Não serão aceitas as candidaturas que não incluam todos os documentos exigidos, completamente preenchidos.

 

Processo de seleção

Etapa 1

O cerlalc, organismo que exerce a Unidade Técnica do Programa, será responsável por verificar o preenchimento dos requisitos de todas as propostas recebidas no Concurso de Ajudas e fará chegar de forma íntegra os documentos dos projetos habilitados aos pontos focais dos países e cidades membros para a realização da sua pré-seleção.

No caso de descumprimento de algum requisito passível de correção, a Unidade Técnica informará à entidade candidata, por e-mail e uma única vez, sobre os pontos a corrigir, outorgando o prazo máximo de uma semana para responder a esse pedido.

Etapa 2

Tendo em conta os contextos legais, sociais e culturais de cada território, os projetos habilitados pela Unidade Técnica serão avaliados pelo ponto focal ao qual o projeto tenha sido apresentado. O ponto focal realizará uma pré-seleção de acordo com os critérios estabelecidos no regulamento deste Concurso de Ajudas.

No caso de projetos apresentados ou promovidos diretamente pelos pontos focais, quer dizer, pelos organismos que representam o Iberbibliotecas em cada território, estes serão diretamente avaliados por um subcomitê de seleção formado por três (3) membros diferentes do Conselho Intergovernamental.

Etapa 3

Cada um dos projetos pré-selecionados e aqueles apresentados diretamente pelos pontos focais serão avaliados por dois (2) membros diferentes do Conselho intergovernamental, que emitirão um conceito que será submetido ao pleno do Conselho para a decisão final.

As decisões tomadas nos processos de habilitação, pré-seleção e seleção final serão inapeláveis e oportunamente publicadas no portal web do Programa e divulgadas nas suas redes sociais Facebook: Iberbibliotecas e Twitter: @iberbiblioteca.

Critérios de avaliação

Será avaliado o grau de interesse e coerência do projeto em função da exposição e conceituação dos seguintes critérios:
Critério
Observações
Pontuação
Pertinência
Descrição precisa dos objetivos, fases e resultados esperados
  1. Objetivos: 0-1 pontos.
  2. Descrição do projeto (fases, resultados, produtos): 0-1 pontos.
  3. Indicadores (de processo, produto, economia, qualidade): 0-1 pontos.
3
Relevância e impacto
  1. Impacto na população (medido em percentagem de população que se beneficia do projeto): 0-2 pontos.
  2. Impacto nos grupos de destinatários prioritários vulneráveis: 0-1.5 pontos.
  3. Possibilidade de reprodução: 0-1.5 pontos.
5
Exequibilidade técnica
  1. Experiência e capacidade de gestão da entidade proponente: 0-1 pontos.
1
Orçamento
  1. Viabilidade financeira: 0-1 pontos.
1
TOTAL
10

Apoio económico

O montante da bolsa para o 6º Concurso de Ajudas de 2018 é de $140.000 USD.
A quantia da ajuda entregue a cada projeto vencedor não poderá exceder 10% do total do valor destinado ao concurso caso este seja apresentado de forma individual ($14.000) e não poderá ser superior a 20%, caso se apresente em nome de dois ou mais países ($28.000).

O montante atribuído destina-se exclusivamente ao desenvolvimento do projeto e não poderá ser utilizado para as despesas fixas da entidade nem para as despesas administrativas do projeto, tais como: serviços públicos, impostos ou taxas, papelaria, pessoal ou outros relacionados com o seu funcionamento.
Cada entidade beneficiária deverá contribuir com uma contrapartida mínima ou percentagem de financiamento própria, correspondente a 20% do total do projeto, que se poderá destinar a qualquer tipo de despesa, sempre que esta esteja contemplada no projeto apresentado e se justifique documentalmente.
Para o desembolso da ajuda econômica aprovada pelo Conselho Intergovernamental, a entidade contemplada deverá anexar os documentos que justifiquem a sua existência e representação legal, assim como os dados da sua conta bancária:
  • Documento de existência e representação legal da entidade, emitido no último mês.
  • Nomeação do representante legal da entidade.
  • Documento de identificação do representante legal da entidade.
  • Dados da conta bancária da entidade para transferências internacionais.
  • Formulário de aceitação das ajudas assinado pelo representante legal.
Um primeiro desembolso correspondente a 40% do valor aprovado será feito quando os documentos forem completamente remetidos e a forma de aceitação das subvenções for assinada. Um segundo desembolso de 30% da ajuda será feito uma vez que o relatório parcial seja aprovado pelo ponto focal ao qual o projeto foi apresentado. Os 30% finais do auxílio serão feitos após o recebimento dos relatórios técnicos e financeiros finais, assim como os produtos e relatórios do projeto.

Caso os fundos devam ser recebidos por uma entidade externa, diferente da que apresenta a proposta, o representante legal deverá também enviar uma carta que autorize as transferências para essa entidade.

Calendário

Todos os anos, o Programa Iberbibliotecas efetua o Concurso de Ajudas de acordo com o seu calendário de atividades, de forma a que a jornada de deliberação para a seleção final dos projetos vencedores possa coincidir com a reunião do Conselho Intergovernamental, que em 2018 se realizará no mês de junho.

Atividade Data
Abertura do Concurso 19 de janeiro
Fim da recebimento das propostas 20 de abril
Revisão dos requisitos 25 de abril
Correção das propostas 2 de maio
Publicação dos projetos habilitados 7 de maio
Publicação dos projetos pré-selecionados 1 de junho
Publicação dos projetos vencedores 13 de julho
Primeiro desembolso da ajuda económica Agosto-setembro
Execução dos projetos Agosto de 2019

Acompanhamento e Avaliação

As entidades contempladas deverão apresentar à Unidade Técnica relatórios mensais sobre a execução técnica e financeira do projeto nos formulários estabelecidos para esse fim.

Quando 40% do projeto tiver sido executado, as entidades contempladas deverão apresentar um relatório parcial acompanhado de respectivos comprovantes (faturas, folhas de presença, material audiovisual, ou outros), que serão analisados pelo Conselho Intergovernamental do Programa para autorizar o desembolso do 30% da ajuda aprovada.

Ao final do projeto, as entidades ganhadoras enviarão o relatório final com os respectivos comprovantes, para avaliação pelo ponto focal correspondente, que será o responsável por aprovar o desembolso dos restantes 30% da ajuda. O relatório final será necessário para formalizar o encerramento do processo mediante uma ata de cumprimento emitida pelo Conselho Intergovernamental.

Qualquer instituição beneficiária que não cumpra todos os requisitos do concurso, não poderá participar de concursos e deverá reembolsar o auxílio recebido. Se o reembolso não for feito, o Conselho Intergovernamental poderá acionar o processo legal correspondente.

A informação técnica e documental dos projetos vencedores que tenham finalizado a sua execução será armazenada numa plataforma digital do portal do Programa, de tal forma que possa servir como banco de boas práticas suscetíveis de serem reproduzidas em diferentes lugares da região ibero-americana.

Consultas

Para resolver qualquer dúvida relacionada com a candidatura, os interessados em apresentar as propostas podem entrar em contacto com a Unidade Técnica do Programa:
E-mail: iberbibliotecas@cerlalc.org
Telefone: (0517-1) 5187070, ext. 1132

[1] De acordo com a definição da IFLA-UNESCO: “Uma biblioteca pública é uma organização estabelecida, apoiada e financiada pela comunidade, quer através de uma autoridade ou órgão local, regional ou nacional, quer mediante qualquer outra forma de organização coletiva.

Oferece acesso ao conhecimento, à informação e às obras da imaginação, graças a uma série de recursos e serviços e está à disposição de todos os membros da comunidade numa base de igualdade, seja qual for a sua raça, nacionalidade, idade, sexo, religião, língua, deficiência, condição económica e profissional e nível de instrução”. ifla e unesco, “Diretrizes ifla/unesco para o desenvolvimento do serviço de bibliotecas públicas”, abril de 2001, http://www.ifla.org/files/assets/hq/publications/archive/the-public-library-service/pg01-s.pdf