sexta-feira, 30 de setembro de 2011

CBN 20 ANOS

Dia 1/9, a Rádio que toca notícias, completa 20 anos.

Uma programação especial repercute a comemoração da data.

www.cbn.com.br

Garota de Ipanema na voz de Stevie Wonder na noite de 29/9, no Rock in Rio



Palestra

Palestra com Merval Pereira
Teatro Marista Londrina PR
Dia 30/09
Ingressos; cbn@cbnlondrina.com.br

Lançamento CD






CD Universo quintal



Artista Tonho Costa



Dia 1/10 20:00 hs



Teatro Zaqueu de Mello Londrina PR



Entrada: 1 litro de leite

Lançamento









Livro" O teatro de Márcio Américo"






Editora Giostri



2011

Oficina de perna de pau

Oficina de perna de pau
com o Núcleo às de paus

Entre 9 e 29 de outubro, na Usina Cultural

Info:
3304-1621

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Morre ícone do punk nacional



Considerado um dos mais importantes nomes do punk rock nacional, Edson "Redson' Pozzi, vocalista e guitarrista da banda punk Cólera, morreu nesta terça-feira (27), aos 49 anos. A informação foi divulgada na página oficial da banda no Facebook e no Orkut.

"Lamento informar a todos nossos amigos, fãs e família que nosso principal membro da banda, 'Redson', faleceu hoje, deixando um legado incalculável em nossas vidas", escreveu o baixista da banda Val Pinheiro no Orkut. Poucos detalhes foram divulgados, mas a informação é que Redson teria sofrido uma parada cardíaca.

Em seu Twitter, João Gordo lamentou a morte do colega. "É com lágrimas nos olhos que recebo a noticia da morte prematura do maior îcone do punk brasileiro .. DESCANSE EM PAZ REDSON", disse o vocalista do Ratos de Porão.

Segundo informações divulgadas no Facebook oficial da banda, o velório do músico será nesta quarta (28) no Cemitério da Vila Alpina, a partir da 22h. O sepultamento está marcado para quinta (29), às 10h.

LULA PREMIADO




Ao receber hoje (29) o prêmio Lech Walesa, na Polônia, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou que decidiu doar os US$ 100 mil a um país africano. O país que receberá o valor será escolhido pelos diretores do Instituto Lula e pelos membros da fundação criada por Walesa. Lula também se encontrou em Gdansk com o sindicalista e ex-presidente polonês.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Morre a ativista queniana Wangari Maathai, Nobel da paz




A ativista queniana Wangari Maathai, ganhadora do Prêmio Nobel da Paz 2004, morreu em decorrência de um câncer. A confirmação foi feita nesta segunda-feira (26) pelo movimento que ela fundou, o Cinto Verde.

Maathai morreu aos 71 anos no hospital de Nairóbi após uma longa luta contra o câncer. "A morte de Maathai é uma grande perda para todos os que a conheciam e para quem admirava sua determinação para fazer um mundo mais pacífico, mais saudável e um lugar melhor", acrescentou o site da instituição.

Vida
Maathai tinha três filhos e uma neta. Ela foi uma das primeiras mulheres de África Ocidental com uma cátedra universitária, com doutorado em Biologia.

Em 1977 fundou o Movimento Cinto Verde, um dos programas de mais sucesso de proteção do meio ambiente, graças ao qual se plantaram no Quênia 20 milhões de árvores, sobretudo por mulheres.

Em 2004, quando o Comitê Nobel de Oslo anunciou a concessão do prêmio a Maathai destacou sua posição "à frente da luta para promover um desenvolvimento ecológico, que seja viável socialmente, economicamente e culturalmente, no Quênia e na África" (com agência EFE).

30 ANOS SEM GLAUBER ROCHA


Conheci Glauber Rocha através da imensa paixão pela música de Heitor Villa-Lobos. Lendo uma de suas várias biografias, descobri o uso da música do índio de casaca nos filmes do baiano genial.

Mas ainda assim, conheci primeiro a vida de Glauber através de intensa repercussão que sua breve passagem tinha deixado na arte nacional: conheci através de reportagens em jornais e televisão e de um livro" Glauber por ele mesmo", de uma série que a Editora Martin Claret colocou no mercado nos agitados anos 80.

E com os parcos recursos tecnológicos que tínhamos então, demorou algum tempo para que eu tivesse acesso à obra de Glauber.

Baiano e estimulador da Tropicália ( na música ) e de uma estética própria no cinema brasileiro, Glauber foi ao mesmo tempo profeta de sua época e um destruidor de conceitos e paradigmas. Ele defendia e usou a estética da fome, do sertão, do povo desnutrido e analfabeto e da nossa política alheia aos problemas nacionais. Esta estética visual, literária e sonora era um contraponto consciente à estética de Hollywood, num discurso em que Glauber dizia não ser a nossa.

Nem mesmo a estética do cinema europeu cabia em nossa forma de ver o país e Rocha, enxergava que para termos um cinema nosso, precisávamos colocar nos telões: nossos heróis sertanejos, nossos mitos esfomeados, nossa miséria econômica, nossa riqueza etno-cultural, nossos anseios e contradições e sobretudo, a grande desesperança política que vivíamos. Pois, ele surge enquanto artista inquieto e ansioso, em plena ditadura militar, com o simbólico filme" Barravento" (1960).

Glauber foi fazer a montagem do filme no Rio de Janeiro, ao mesmo tempo que Nelson Pereira dos Santos rodava" Rio: 40 graus". O entendimento de que era necessário um novo cinema foi imediato e junto com Ruy Guerra, eles formaram a trindade do que viria a ser conhecido, negado e aplaudido como o Cinema Novo.

Em Glauber Rocha, o conflito era também pessoal ( a certeza da morte prematura; a antecipação da abertura política em detrimento aos amigos militantes que o acharam vendido; as mulheres de sua vida; as mortes prematuras de duas irmãs) e se confundia com sua criatividade ímpar: seu cinema havia apenas esboço de roteiro e Glauber, dirigia os atores ao mesmo tempo em que ia criando as cenas e o que pode-se chamar roteiro do filme.

Quando assisti "Terra em transe" e "Deus e o diabo na terra do sol", foi uma revelação de um Brasil inconsciente e simbólico que, de alguma forma, todos nós brasileiros percebemos e que naquele momento, me levaria à trilogia de Sérgio Buarque de Holanda, Darcy Ribeiro e Gilberto Freyre.

Morreu em 1981, aos 42 anos de idade, como um artista incômodo e único, cuja obra e vida ainda não foram devidamente avaliados. Num momento em que o cinema brasileiro retoma sucesso internacional, utilizando sobretudo temas e estética que são caros à nossa história artística e sociológica ( de Central do Brasil e Cidade de Deus à Tropa de Elite), a avaliação da obra de Glauber Rocha é importante para apresentá-lo aos jovens e disponibilizar publicamente seus filmes.

Afinal são 30 anos sem a presença inquieta e criativa do baiano que começou filmando negros em rituais religiosos e trabalhadores da pesca e que ganhou o mundo...

Aldo Moraes ( músico )

composermoraes@hotmail.com

Globo vence Prêmio Emmy



O Jornal Nacional ganhou nesta segunda-feira (26) em Nova York o prêmio Emmy Internacional - o Oscar da televisão mundial, na categoria notícia.

O prêmio foi pela cobertura da expulsão de traficantes e a ocupação policial do Complexo do Alemão, no Rio, em novembro passado. Momentos que ganharam repercussão mundial: o cerco da polícia, o bando de criminosos em fuga e a sensação de liberdade dos moradores.

Esta é a sétima vez em nove anos que o JN chega à final do Emmy - e a primeira vitória. Também concorriam ao prêmio produções do Reino Unido, da Islândia e das Filipinas.

30 ANOS DE SBT RECEBE HOMENAGEM NA CÂMARA DE SÃO PAULO


Daniela e Patrícia Abravanel com o Vereador Toninho Paiva


Foi com direito a música, aplausos e gritinhos que o SBT foi homenageado pelos seus 30 anos na noite de segunda-feira (26) na Câmara Municipal de São Paulo.

A sessão, que de solene teve muito pouco, contou com as seis filhas de Silvio Santos, com parte do elenco de sua emissora e, claro, com as coleguinhas da plateia, que lotaram as galerias do plenário.

Mesmo sem a presença do apresentador, o dono do Baú da Felicidade --como não poderia deixar de ser-- foi lembrado em praticamente todas as falas.

Discursando em nome do elenco da emissora, Patrícia Abravanel (a filha número quatro, como é chamada pelo pai) disse não ter preparado nada e que diria o que viesse à cabeça.

Ela falou sobre o papel do artista na sociedade, que, para ela, é de "refletir o que o povo está vivendo em determinado momento da história".

Sobre o pai, lembrou que ele "pode até brincar no auditório com a Helen [Ganzarolli], mas é um homem de família" e fez elogios a sua atuação como empresário.

CONJUNTO RETRATOS

II Mostra de Arte/Sociedade Rural do Paraná

MUNDO ERUDITO

a) Inscrições para Concurso Ospa para Jovens Solistas, Regentes e Compositores se encerram no dia 29 de setembro
A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre está realizando a 17ª edição do Concurso para Jovens Solistas, Regentes e Compositores. O objetivo é oferecer a jovens músicos e regentes oportunidade de participar de concertos da Ospa na temporada de 2012 e oportunizar que novos compositores tenham sua obra divulgada e executada pela orquestra. O período de inscrições tem duração de um mês, iniciando no dia 29 de agosto. A abertura das inscrições para candidatos a compositores inicia somente em março de 2012.
Poderão inscrever-se candidatos brasileiros ou estrangeiros, residentes no Brasil ou exterior. O concurso é dividido em quatro categorias – Solistas Instrumentistas (piano, violino, viola, violoncelo, contrabaixo, violão, flauta transversa, flauta doce, oboé, clarineta, saxofone, fagote, trompa, trompete, trombone tenor, trombine baixo, tuba, percussão e harpa), Solistas Vocais (soprano, mezzo-soprano, contralto, tenor, barítono e baixo), Regentese compositores. Cada candidato só poderá concorrer em apenas uma categoria. Na categoria Solistas Instrumentistas só é permitida a inscrição em um instrumento.
Haverá três etapas de seleção: a fase classificatória, eliminatória e a final – esta última ocorrerá em Porto Alegre, onde os candidatos deverão interpretar uma obra (no caso dos regentes, deverão fazer uma prova de regência) para avaliação de uma comissão julgadora.
A inscrição pode ser feita diretamente na sede administrativa da Ospa ou via SEDEX. Será necessário preencher a ficha de inscrição, declaração de ciência dos termos do regulamento do concurso e um DVD com a gravação do candidato, executando a peça especificada no regulamento.
O regulamento e a ficha de inscrições estão disponíveis no site da Ospa: www.ospa.org.br
ASSESSORIA DE IMPRENSA DA OSPA
Raphaela Donaduce - jornalista
Douglas Bernardt - estagiário
Rua 24 de Outubro, 850/ 305
(51) 3222 7387
(51) 9975 7282
www.ospa.org.br
www.facebook.com.br/pagina.ospa

b) A inscrição para o I Concurso de Composição Caravelas termina no dia 31 de Outubro de 2011.
Para maiores informações favor acessar www.caravelas.com.pt/chamada_de_composicoes.htm

c) As inscrições para o II Festival Internacional SESC de Música estão abertas através do SITE
www.sesc-rs.com.br/festival

d) O Programa de Pós-Graduação em Música da Escola de Música da Universidade Federal da Bahia abre inscrições para MESTRADO e DOUTORADO em quatro áreas:

COMPOSIÇÃO
EDUCAÇÃO MUSICAL
ETNOMUSICOLOGIA
EXECUÇÃO MUSICAL
MUSICOLOGIA

CORPO DOCENTE
Composição
· Dr. Paulo Costa Lima, composição
· Dr. Pedro Kröger, composição
· Dr. Ricardo Bordini, composição
· Dr. Wellington Gomes, composição
Práticas Intepretativas
Dra. Diana Santiago, piano e educação musical
Dr. José Maurício Brandão, regência
Dr. Heinz Karl Schwebel, trompete
Dr. Lucas Robatto, flauta
Dr. Joel Barbosa, clarinete e educação musical
Dr. Mário Ulloa, violão
Dr. Pedro Robatto, educação musical
Educação Musical
Dra. Alda de Jesus Oliveira, educação musical
Dra. Ana Cristina Tourinho, educação musical
Dr. Luiz Cesar Marques Magalhães, educação musical
Etnomusicologia
Dra. Angela Elisabeth Lühning, etnomusicolgia
Dr. Manuel Vicente Ribeiro Veiga Jr., etnomusicolgia
Musicologia
Dr. Pablo Sotuyo Blanco, musicologia
INFORMAÇÕES: www2.ppgmus.ufba.br TEL: (71) 3283.7904

e) O violoncelista brasileiro Gustavo Tavares estará fazendo uma turnê na India entre os dias 18 de setembro e 2 de outubro, incluindo recitais em Nova Dehli, Gurgaon, Orissa, Bhubneshwar, Dahrume, e Goa, assim como várias apresentações em universidades locais. No programa, além de obras próprias, música de Radamés Gnatalli e Wenzeslaus Matiegka, entre outros. Gustavo Tavares viaja acompanhado pelo violonista norueguês Anders Oyen.

Contatos: tavares_cello@hotmail.com

f) As inscrições para a 1ª Edição do Fórum dos Compositores (FoCo) UFRJ-UNIRIO-CBM foi prorrogada até o dia 02/10.

Os interessados em participar devem se escrever no endereço http://forumdoscompositores.wordpress.com/inscricoes/

Nos dia 09, 10, 11 e 12 de novembro de 2011, das 09h às 21h será realizado nas instituições Instituto Villa-Lobos da Unirio, Escola de Música da UFRJ e Centro Universitário CBM o Fórum dos Compositores (FoCo) 1ªEdição. O Fórum consiste de quatro atividades, abertas a todos os interessados:

1 – Seção de Escuta & Comunicações;
2 - Fórum aberto;
3 - Recital;
4 – Oficinas.

ELOGIO E DISCURSO



Durante o discurso de abertura da organização Parceria para o Governo Aberto (Open Government Partnership), no hotel Waldorf Astoria, em Nova Iorque, a presidente Dilma Rousseff mencionou a importância da imprensa na fiscalização do poder público.

Ao tratar sobre as investigações de casos de corrupção e transparência, Dilma elogiou o trabalho da Procuradoria-Geral da República e da Inteligência da Polícia Federal, e adicionou a imprensa no trabalho de investigação. "Conta-se, também, com a posição vigilante da imprensa brasileira, não submetida a qualquer constrangimento governamental. As ações do Governo nessa matéria são firmes e permanentes", declarou a presidente, perante 46 países presentes na reunião.

Barack Obama, anfitrião do evento e co-fundador da Parceria, elogiou os avanços do México, Turquia e Libéria, que aprovaram legislação própria sobre o assunto, mas deixou o Brasil de fora da lista. Ele citou o País e a África do Sul quando falou sobre maior disponibilidade de informação na internet.

TRECHO DO DISCURSO DA PRESIDENTE DILMA ROUSSEF NA ONU:

Senhor presidente da Assembleia Geral, Nassir Abdulaziz Al-Nasser,

Senhor secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon,

Senhoras e senhores chefes de Estado e de Governo,

Senhoras e senhores,

Pela primeira vez, na história das Nações Unidas, uma voz feminina inaugura o Debate Geral. É a voz da democracia e da igualdade se ampliando nesta tribuna que tem o compromisso de ser a mais representativa do mundo.

É com humildade pessoal, mas com justificado orgulho de mulher, que vivo este momento histórico.

Divido esta emoção com mais da metade dos seres humanos deste Planeta, que, como eu, nasceram mulher, e que, com tenacidade, estão ocupando o lugar que merecem no mundo. Tenho certeza, senhoras e senhores, de que este será o século das mulheres.

Na língua portuguesa, palavras como vida, alma e esperança pertencem ao gênero feminino. E são também femininas duas outras palavras muito especiais para mim: coragem e sinceridade. Pois é com coragem e sinceridade que quero lhes falar no dia de hoje.

Senhor Presidente,

O mundo vive um momento extremamente delicado e, ao mesmo tempo, uma grande oportunidade histórica. Enfrentamos uma crise econômica que, se não debelada, pode se transformar em uma grave ruptura política e social. Uma ruptura sem precedentes, capaz de provocar sérios desequilíbrios na convivência entre as pessoas e as nações.

Mais que nunca, o destino do mundo está nas mãos de todos os seus governantes, sem exceção. Ou nos unimos todos e saímos, juntos, vencedores ou sairemos todos derrotados.

Agora, menos importante é saber quais foram os causadores da situação que enfrentamos, até porque isto já está suficientemente claro. Importa, sim, encontrarmos soluções coletivas, rápidas e verdadeiras.

Essa crise é séria demais para que seja administrada apenas por uns poucos países. Seus governos e bancos centrais continuam com a responsabilidade maior na condução do processo, mas como todos os países sofrem as conseqüências da crise, todos têm o direito de participar das soluções.

Não é por falta de recursos financeiros que os líderes dos países desenvolvidos ainda não encontraram uma solução para a crise. É, permitam-me dizer, por falta de recursos políticos e algumas vezes, de clareza de ideias.

Uma parte do mundo não encontrou ainda o equilíbrio entre ajustes fiscais apropriados e estímulos fiscais corretos e precisos para a demanda e o crescimento. Ficam presos na armadilha que não separa interesses partidários daqueles interesses legítimos da sociedade.

O desafio colocado pela crise é substituir teorias defasadas, de um mundo velho, por novas formulações para um mundo novo. Enquanto muitos governos se encolhem, a face mais amarga da crise – a do desemprego – se amplia. Já temos 205 milhões de desempregados no mundo. 44 milhões na Europa. 14 milhões nos Estados Unidos. É vital combater essa praga e impedir que se alastre para outras regiões do Planeta.

Nós, mulheres, sabemos, mais que ninguém, que o desemprego não é apenas uma estatística. Golpeia as famílias, nossos filhos e nossos maridos. Tira a esperança e deixa a violência e a dor.

Presidenta Dilma Rousseff dedica premiação internacional ao povo brasileiro


A presidente Dilma Rousseff foi agraciada nessa terça-feira (20/9), em Nova York, com o prêmio na categoria Serviço Público, concedido pelo Instituto Woodrow Wilson, órgão americano que premia as personalidades que colaboram para os avanços intelectuais e científicos no mundo.

Ao receber a premiação, a presidenta destacou que recebe a homenagem em nome do povo brasileiro, “verdadeiro agente dos avanços que o país vem experimentando nos últimos anos”. Ela destacou o fato de ser a primeira mulher a fazer a abertura do Debate Geral da Assembleia Geral das Nações Unidas, na quarta-feira (21/9), e que seu discurso, representa a luta das mulheres de todo o mundo.