sexta-feira, 29 de janeiro de 2010




Ensemble Gnattali estreia em Porto Alegre concerto de turnê européia


Porto Alegre, RS
-

Artur Elias, Cosmas Grieneisen (OSPA) e Paulo Inda (UFRGS) integram o grupo Ensemble Gnattali . O trio fará turnê com mecenato do Ministério da Cultura pela Alemanha. Os músicos embarcam no início de fevereiro para o velho continente com o objetivo de divulgar a música de câmera brasileira.


O conjunto apresentará a temática "Do Danúbio à Guanabara", pois pretende abranger a evolução do período musical entre a primeira escola vienense e a música dos salões do primeiro e segundo Governo do Brasil Império. O programa irá mostrar o início da música brasileira através de tradicionais compositores como Joaquim Callado, Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga e também do músico que é homenageado pelo trio no nome do conjunto, Radamés Gnattali.


Radamés GNATTALI (1906-1988) nasceu em Porto Alegre. Violinista e compositor de formação erudita, também atuou na MPB, ajudando assim a resgatar o choro e a introduzir esse gênero musical às tradicionais salas de concerto.


O mesmo repertório para a Europa pôde ser acompanhado pelo público da capital gaúcha na manhã de sábado, dia 23 de janeiro, no Memorial do Rio Grande do Sul. Na terça-feira, 26 de janeiro, haverá uma nova oportunidade, pois o Ensemble Gnattali realizará a pré-estréia cultural 2010 na galeria La Photo.


Os músicos se conhecem há muitos anos e, unidos pela vontade de amenizar o rígido abismo estabelecido entre música de concerto e música de sarau, alternam arranjos de composições brasileiras com o repertório clássico.


ROTEIRO


Memorial do Rio Grande do SulRecital MatinêSábado, 23 de janeiro, às 10h30minPraça da Alfândega - Rua Sete de Setembro, 1020Entrada FrancaTel.: 3224.7210 -




Galeria La PhotoConcertoTerça-feira, 26 de janeiro, às 21hTravessa da Paz, 44Brique da Redenção, Porto AlegreTel.: 3221. 67 30 -
www.galerialaphoto.blogspot.com


Programa:Wenzel T. Matiegka - Serenata für Flöte, Viola und Gitarre op. 21Franz Schubert - Sonata , Arpeggione"Joaquim Callado - Lundú CaracterísticoAlberto Nepomuceno - PreceRadamés Gnattali - Sonatina para Flauta e ViolãoErnesto Nazareth - EscorregandoRadamés Gnattali - Suíte Retratos: Chiquinha Gonzaga.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010





ELIFAS ANDREATO


22 de janeiro de 2010: o artista gráfico Elifas Andreato completa 64 anos de vida !


E três dias depois, recebe homenagem no município paranaense onde nasceu, a cidade de Rolândia.


Um dos mais originais e destacados artistas brasileiros, é semi-alfabetizado aos 15 anos de idade e trabalhou como operário quando saiu do Paraná para viver em São Paulo. Andreato ficou famoso pelas capas e ilustrações internas da Coleção da Abril Cultural " História da Música Popular Brasileira" no início dos anos 70. Como colecionador de discos de música em geral ( a erudita e a popular brasileira), posso dizer que estas capas me acompanharam pela infância. E em meu emocional, me acompanham até hoje ... É possível dizer que as canções e os temas contidos nos fonogramas não seriam os mesmos sem as ilustrações e as capas de Andreato.


O divisor de águas em sua carreira foi a capa que fez do compositor Paulinho da Viola, em 1973, para o disco Nervos de Aço, em que Paulinho, vivendo momento pessoal difícil, foi retratado chorando. A capa chocou a direção da Gravadora Odeon, mas Paulinho da Viola topou e o trabalho tornou-se célebre na história do disco nacional.


Elifas Andreato recebeu a Ordem do Mérito Cultural, em Brasília, a mais alta condecoração cultural e que é concedida pelo Ministério da Cultura. Em Rolândia, além do Título de Cidadão Honorário, o artista inaugura um Centro Cultural com uma exposição permanente de seu trabalho, numa brilhante e merecedora iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Rolândia.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010




Rock in Rio há 25 anos !

Os dias de janeiro entre 11 e 20 de 1985 foram memoráveis por que o produtor Roberto Medina conseguiu a façanha de realizar aquilo que gravadoras e empresários do ramo achavam impossível: um festival que reunisse no Brasil : AC/DC, Whitesnake, Queen, Ozzi Osbourne, Yes, James Taylor e B-52's.






Hoje, 25 anos depois, sabe-se que foi o maior evento da música pop internacional realizado no país e as imagens do evento histórico se tornaram simbólicas de novos momentos que o Brasil vivia com a abertura política, a eleição de Tancredo Neves e a explosão do rock nacional de Barão Vermelho, Pára- Lamas e Blitz.

LULA, ESTADISTA GLOBAL

Entre o final de 2009 e começo deste ano, o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva conquistou vários prêmios e muito reconhecimento Internacional. O mais recente é o " Prêmio Estadista Global" do Fórum Econômico Mundial, que será entregue no dia 29 de janeiro em Davos ( Suiça ) pelo Ex-Secretário da ONU, Kofi Annan e que reconhece os líderes que usam o mandato para aperfeiçoar o estado do mundo.

Lula ainda foi escolhido pelo jornal frânces " Le Monde" como o homem do ano em 2009; pelo "El Pais" como "Personagem íbero-americano de 2009" e também, colocado pelo" Financial Times" na lista das 50 personalidades que moldaram a década de 2.000.




INSTITUTO ANTONIO CARLOS JOBIM


Indico a leitura e navegação atenta ao site do Instituto Antonio Carlos Jobim, um exemplo de trabalho coordenado de recuperação das partituras instrumentais e de músicas de concerto do compositor.

Além disto, informações com datas, dedicatórias, imprensa, áudios e manuscritos do autor de" Águas de Março".

Vale ressaltar também o resultante que teve este trabalho no DVD " Jobim Sinfônico" com a gravação ao vivo na Sala São Paulo, em dezembro de 2002,com músicos integrantes da OSESP ( Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo ) e regência de Roberto Minczuk.

O projeto idealizado por Paulo Jobim e Mário Adnet, executou obras como: Brasília, Sinfonia do Alvorada; A Casa Assassinada; Orfeu da Conceição e Bangzália ( abertura da mini-série O Tempo e o Vento, produzida pela Tv Globo e baseada no romance de Érico Veríssimo ).


No dia 24 de janeiro ( 2010 ), a Radio Universitária UEL FM exibiu no programa Londrina Jazz Club, apresentado por José Flávio Garcia um panorama jazzístico da obra de Jobim. Muito boa a forma como o programa conduz o Maestro pela Europa e EUA.
Ver em :
www.uelfm.br/programacao/londrinajazzclub


O site do Instituto Antonio Carlos Jobim :
www.tomjobim.org.br



Andy Warhol

O artista plástico e cineasta Andy Warhol, nascido em 6 de agosto de 1928, foi um pioneiro a explorar elementos da pop arte também para sua auto-promoção. Estudou artes plásticas e cinema e já acumulava experiência com anúncios de publicidade quando expôs obras no Museu de Arte Moderna ( NY ) em 1956.

Os anos 1960 marcam uma guinada na sua carreira de artista plástico e passa a se utilizar dos motivos e conceitos da
publicidade em suas obras, com o uso de cores fortes e brilhantes e tintas acrílicas. Reinventa a pop art com a reprodução mecânica e seus múltiplos serigráficos são temas do cotidiano e artigos de consumo, como as reproduções das latas de sopas Campbell e a garrafa de Coca-Cola, além de rostos de figuras conhecidas como Marilyn Monroe, Liz Taylor, Elvis Presley, Che Guevara e símbolos icônicos da história da arte, como Mona Lisa. Estes temas eram reproduzidos serialmente com variações de cores.
Além das
serigrafias Warhol também se utilizava de outras técnicas, como a colagem e o uso de materiais descartáveis, não usuais em obras de arte.
Em 1987 ele foi operado da
vesícula biliar. A operação correu bem mas Andy Warhol morreu no dia seguinte.

Este ano estão sendo lançados ou recolocados nas livrarias, algumas obras que jogam mais discussões sobre o homem que construiu uma personalidade rentável e midiática :

Andy Warhol
Autor: Arthur.C.Danto
Editora : Yale University Press

A Filosofia de Andy Warhol
Autor: Andy Warhol
Editora: Cobogó

I sold Andy Warhol ( too soon )
Autor: Richard Polsky
Editora : Other Press

POP - The genius of Andy Warhol
Autores : David Dalton e Tony Scherman
Editora: Harper Collins


PINACOTECA
Em março, a Estação Pinacoteca ( SP ), recebe uma mega-exposição com 170 obras de Warhol, incluindo retratos de Marilyn Monroe, Jackie Kennedy e as latas de sopa Campbell’s.



ADONIRAN BARBOSA 100 ANOS !

O autor de Trem das Onze e Saudosa Maloca e que mais do que um símbolo paulista, é um verdadeiro patrimônio da cultura nacional, faria 100 anos em 2010. E para comemorar a data e apresentar Adoniran às novas gerações, uma série de eventos e lançamentos são programados.


Há a produção de um site com os detalhes da vida e obra do sambista, a biografia escrita por Celso Campos e a dramatização da vida de Adoniran no especial " Por toda minha vida", da Rede Globo.


Indico a excelente matéria escrita por Marcus Preto, na publicação de 13/1 do Caderno Ilustrada, da Folha de São Paulo e claro: ouvir a obra de Adoniran Barbosa em sua voz e de grandes interpretes, como Clara Nunes, Elis Regina, Demônios da Garoa e Beth Carvalho.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

INSCREVA-SE NO FEMUCIC :

www.sescpr.com.br




SAUDAÇÕES DE GISMONTI

O multi-instrumentista e compositor Egberto Gismonti está lançando pela ECM, o disco Saudações em que prossegue com brilhantismo a abstração de ritmos e temas inspirados na cultura brasileira de raiz indígena e africana para uma condução instrumental e muitas vezes erudita ( como no caso do disco ALMA, para piano solo, lançado nos anos 80 ).

Em Saudações, ele atua com a participação do filho violonista Alexandre Gismonti e da Camerata Romeu, de Cuba e dirigido pela Maestrina Zenaida Romeu .

Egberto é sempre recomendável !

Alias, comentei sobre o disco ALMA, na edição de 17 de junho de 2007, no Caderno 2, da Folha de Londrina. É um disco que adoro com suas harmonias por tons inteiros, abstração dos ritmos de frevo, baião e ciranda nordestina e resoluções muito interessantes nas improvisações em torno das harmonias já apresentadas nos temas.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010






III Simpósio Internacional de Comunicação e Cultura na América Latina



De : eventoscbeal@memorial.sp.gov.br




Centro Brasileiro de Estudos da América Latina informa que estão abertas as inscrições para o

III Simpósio Internacional de Comunicação e Cultura na América Latina: integrar para além do mercado

29, 30 e 31 de março de 2010, Memorial da América Latina, São Paulo



Inscrições:

http://www.eca.usp.br/nucleos/celacc/



Informações:

Tel.: (11) 3091-4327

simposiocelacc@gmail.com



Realização:

Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação – CELACC / USP


Divisão de Produção de Eventos - CBEAL
Centro Brasileiro de Estudos da América Latina
Fundação Memorial da América Latina
Tel. (55-11) 3823-4780 / Fax. (55-11) 3823-4798
www.memorial.sp.gov.br




Livro Percepção musical - Prática auditiva para músicos




Lançamento do primeiro exemplar da Série Didático-musical. O livro Percepção musical: prática auditiva para músicos, de Bruce Benward e Timothy Kolosick, com tradução de Adriana Lopes Moreira, constitui um processo de apreensão de estruturas presentes em obras da literatura musical - sobretudo tonal, no entanto confluindo para o cromatismo e a pós-tonalidade.

Cada capítulo trabalha, de maneira gradativa e variada, materiais melódicos, harmônicos e rítmicos, presentes em obras da literatura musical. O livro possibilita uma alternância na realização dos exercícios, dentro e fora da sala de aula - esta última, através do acesso a gravações disponíveis na Internet.



Lançada em uma parceria formada pelas Editoras das Universidades de São Paulo e Estadual de Campinas - EDUSP e EDITORA DA UNICAMP - a Série Didático-Musical foi idealizada e é dirigida por Adriana Lopes da Cunha Moreira e Marcos Branda Lacerda, ambos professores do Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

Seu intuito é o de contribuir para a construção de uma literatura básica didático-musical em língua portuguesa e se constitui de títulos atuais, voltados para a formação de músicos em nível acadêmico e pré-acadêmico.






Profa. Dra. Adriana Lopes Moreira
Departamento de Música
Escola de Comunicações e Artes
Universidade de São Paulo
CMU-ECA-USP
Tel. 55 11 3091 4330, r.200
www.cmu.eca.usp.br

adrimauricio@uol.com.br


CONCURSO : III FIMC [Concurso de Composição]




O PPGMUS-UFBA e a comissão organizadora do III Festival Internacional

de Música Contemporânea abrem inscrições para o III Concurso de

Composição "Ernst Widmer".



O regulamento pode ser encontrado no site do evento em:

http://iiifimc.wordpress.com/iii-concurso-ernst-widmer



Maiores informações: mail.fimc@gmail.com



III CONCURSO DE COMPOSIÇÃO “ERNST WIDMER”


O Programa de Pós-Graduação em Música da UFBA, responsável pela

organização artística do III FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICA

CONTEMPORÂNEA PPGMUS-UFBA 2010, em parceria com a Escola de Música da

UFBA, convoca o III Concurso de Composição “Ernst Widmer” para

conjunto de percussão, de acordo com as regras estabelecidas neste

regulamento.



REGULAMENTO

Art. 1 - DOS CANDIDATOS:

• Poderão concorrer compositores brasileiros ou estrangeiros residentes a,

no mínimo, 3 anos em território nacional nascidos a partir de 1970.



Art. 2 - DAS CONDIÇÕES GERAIS:

• Cada candidato poderá enviar apenas uma obra;

• A obra deve ser escrita para conjunto de percussão com até 8 (oito)

instrumentistas, sendo permitidas inscrições de obras para uma parte

desse conjunto, ficando aqui estabelecido um mínimo de 5 (cinco);

• A obra inscrita deve ter duração entre 7 (sete) e 15 (quinze) minutos;

• A obra inscrita deverá ser inédita até o término do III FIMC (não ter sido

apresentada publicamente por quaisquer meios), nem ter sido premiada

em eventos anteriores.



Art. 3 – DO INSTRUMENTAL

• O instrumental pode conter até: 2 marimbas, 2 vibrafones, 1 xilofone, 1

glockenspiel, 4 tímpanos, 2 bombos, 3 pratos suspensos, 1 prato batido,

3 caixas-claras, 4 ton-tons, 1 tam-tam, 3 gongos javaneses, 1 templeblock,

4 wood-block, 1 pandeiro sinfônico, 1 pandeiro de samba, surdo de

samba, 2 tamborins, 1 pau de chuva, unhas de cabra, 1 flauta de

êmbolo, 1 cowbell, 5 sinos de vaca, 2 crótalos, 1 matraca, 1 par de

maracas, 1 buzina, apitos, 2 reco-recos, 1 bongô duplo, 1 bongô triplo, 1

par de congas, 1 trio de atabaques (rum, rumpi e lé), 3 triângulos, 1 folha

de zinco, 2 garrafas, 3 taças, 1 bateria completa, 2 ganzás, 1 guiro, 1

queixada, 1 xequerê, 1 par de claves, 1 afoxé, 1 berimbau, 1 tubo de

vento, 1 cuíca, 1 chocalho de samba, 1 par de timbales, 1 agogô duplo, 1

agogô triplo;

IMPORTANTE

• Extensão das marimbas: ambas do Lá 1 ao Dó 61;

• Extensão dos vibrafones : um do Fá 2 ao Fá 5, o outro do Dó 2 ao Fá 5;

• Os vibrafones não possuem motor;

• Dos 4 tímpanos, 2 são de pedal (tamanhos 28” e 26”) e 2 são de

1 Consideramos aqui o Dó central do Piano como Dó 3.

manivela (tamanho 26” e 24”);

• Os bombos tem tamanhos 26” e 32”;

• O grupo possui arco de violoncelo.



Art. 4 - DO JURI:

• O corpo de jurados será constituído por artistas de reconhecida

importância e trajetória no meio musical nacional e internacional.



Art. 5 - DA PREMIAÇÃO:

• Serão selecionadas cinco obras a serem estreadas durante o III FESTIVAL

INTERNACIONAL DE MÚSICA CONTEMPORÂNEA PPGMUS-UFBA 2010;


• Após o concerto serão outorgados prêmios aos três primeiros colocados.

Eventuais prêmios em dinheiro ficam vinculados à obtenção de apoio

financeiro para o concurso e serão posteriormente divulgados no site

oficial do evento;

• Outros possíveis prêmios e/ou menções honrosas poderão ser

considerados pelos organizadores.

IMPORTANTE:

• As decisões da banca julgadora são soberanas e inapeláveis;

• A banca julgadora não se obriga a conceder qualquer um dos prêmios;

• A banca julgadora tem o direito de indicar empates para qualquer uma

das premiações.



Art. 6 - DAS INSCRIÇÕES:

• A obra deve ser inscrita sob pseudônimo;

• Os candidatos deverão enviar a obra editorada em computador, em

formato PDF, para o e-mail do festival (mail.fimc@gmail.com);

• Os candidatos deverão também enviar em anexo um outro documento

em formato PDF, cujo nome seja o mesmo usado como pseudônimo na

obra e seu conteúdo seja:

• ficha de inscrição e autorização (assinada e escaneada) liberando a

execução e eventual difusão da obra (por rádio, televisão e outras

mídias (ver ANEXO I) pelo prazo de 1 ano;

• um breve currículo e notas de programa (totalizando até 200

palavras).

IMPORTANTE:

• O anonimato do compositor concorrente é fundamental, e nenhum sinal

de identificação de sua autoria deve ser subentendido nas partituras em

PDF que serão disponibilizados aos integrantes do juri, havendo o risco

do candidato ser sumariamente eliminado do concurso caso esta norma

não seja atendida.

• A comissão enviará e-mails de confirmação de inscrição.



Art. 7 - DAS DATAS:

O edital do concurso será publicado em 10 de dezembro de 2009 e o envio das

obras será a partir desse dia até 10 de junho de 2010.

Os resultados serão anunciados aos classificados via e-mail entre os dias 20 e

25 de junho de 2010, sendo também publicados na página web do III FIMC;

As partes cavadas devem ser enviados até 1º de julho de 2010;

O anuncio dos premiados e a cerimônia de premiação ocorrerá em concerto

público, durante o III FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICA CONTEMPORÂNEA

PPGMUS-UFBA 2010.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010




Para Zilda Arns

A noticia ( como pode ? ) veio de longe

E não foi boa ...

Foi num relâmpago

Em algo assim, sem sentido

E o sentimento que ficara não podia e nem pode se definir no verbo

Ora torto, no passado ou num futuro distante.



E por falar em tempos, o futuro seria melhor

Com esta mulher/mãe/avó

Esta criança grande, que se fez médica e cheia de humanidades

Um símbolo de salvação e paz, representado em vidas

E que cabia num nome, um sobrenome que sempre nos dimensiona eternidade e magnitude

E cabia em sua agenda: a esperança, o diálogo e a vida



Sempre a vida, em cada canto

Em cada gesto !










Zilda Arns conheceu o amor

E por isto, deu amor !

E conheceu a esperança, a vida e o coração das pessoas

E assim, era tão cheia de humanidades

E era bem um retrato simples da paz e da compreensão

E sabia das coisas que o povo precisa

E sabia das coisas do povo, em qualquer canto e língua.



Pois há diferenças, será ?, entre povos do mundo

Que o coração não conheça ou num outro olhar, se reconheça

E já saiba, mesmo de antemão ( ? ) .



É por isto que em seu tempo, o tempo foi outro


E ali, naquele reino tão próximo de nós e que viera aquecido de bondades, o que dominou, em todo

segundo, foi a paz, a esperança e a vida !



( Aldo Moraes, 13 de janeiro de 2010 )

composermoraes@hotmail.com

sábado, 9 de janeiro de 2010


ÓPERA DE RUA ( JORGE ANTUNES )

O maestro Jorge Antunes está escrevendo nova ópera, em novo gênero a que ele chama "Ópera de Rua".Ela será apresentada em janeiro/fevereiro ao ar livre, nas ruas de Brasília.Antunes procura músicos, atores e cantores voluntários, para participação no grupo.
O conjunto musical e os instrumentos terão o aspecto de música medieval.Interessados devem procurar o maestro por e-mail ou telefone:E-mail: antunes@jorgeantunes.com.br
Tel.: (61) 3368-1794
TÍTULO PROVISÓRIO DO ESPETÁCULO:Auto do Pesadelo de Dom Bosco
PERSONAGENS:Meirinho, ator
Juiz, ator-cantor
Burgomestre Leo Bardo Pro-Dente, tenor
Monarca Xaró Parruda, barítono
Suserano Paul Batávio, tenor
Ioarrín Kouriz, Rei do Gado, Senhor da Bezerra d'Ouro, barítono
Reverendo Júnior Embromélli, barítono
Reverendo Benedictus Dormindo, barítono
Gran Vizir Ben no Início Tavares, barítono
Príncipe Augustus Baralho, tenor
Bruxa Ouvides Grito, mezzo-soprano
Vassalo O Vilão Aires, tenor
Vassalo Rogê Rolíces, tenor
Vassalo Borval da Bóza, barítono-baixo
Truão Pônei Nêmer, tenor
Coro do Povo (entre 20 e 30 pessoas, homens e mulheres).

FLIP 2010





A FLIP ( Festival Literário Internacional Paraty ) vai homenagear em sua oitava edição o sociólogo pernambucano Gilberto Freyre ( 1900/1987). O diretor de programação da FLIP, Flávio Moura, também anunciou que o evento terá sua data alterada para não coincidir com a Copa do Mundo: a 8ª FLIP vai de 4 a 8 de agosto de 2010.

Freyre é um dos nomes fundamentais ( junto com Sérgio Buarque de Hollanda, Darcy Ribeiro e Florestan Fernandes ) para os estudos de interpretação do Brasil e seu processo de formação. Em 2008, o sociólogo ganhou uma retrospectiva no Museu da Língua Portuguesa e a maior parte de suas obras está sendo reeditada pela Editora Global. A editora, inclusive vai lançar um inédito do autor de " Casa Grande & Senzala" que deve render debates em torno de sua já polêmica figura. Trata-se do livro " De menino a Homem" que seria uma segunda parte de suas memórias e que abarca o período 1930a 1984 e que revela, inclusive um caso homossexual que o autor teria vivido na Alemanha. O livro ainda tem comentários de Freyre sobre nomes que influenciou na sociologia brasileira, como Fernando Henrique Cardoso.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Com sua sensibilidade e talento, o Produtor, Cantor e Compositor Wilmar Cirino escreveu em parceria e interpreta a canção " Londrina, Cheiro de Mata", que a propósito do aniversário de 75 anos da cidade, há poucos dias, é uma declaração de amor e respeito pela diversidade de raças que construiu a Pequena Londres, derrubando mata e erguendo uma clareira no meio da floresta para abrigar o povo que veio transformá-la na capital do café.


video